RESUMO DA BIOGRAFIA DE MARCEL DUCHAMP

Ocupação Pintor e escultor francês

Data do Nascimento 26/07/1887

Data da Morte 02/10/1968 (aos 81 anos)

Marcel Duchamp 

Pintor e escultor francês

Biografia de Marcel Duchamp

Marcel Duchamp (1887-1968) foi um pintor e escultor francês, naturalizado norte-americano. Foi considerado um ícone do movimento conceitual de arte moderna o "Dadaísmo" e o precursor do "ready-made".

Marcel Duchamp nasceu em Blainville-Vrevon, França, no dia 28 de julho de 1887. Foi o mais novo de seis irmãos e um dos quatro que seguiram a carreira artística. Com 17 anos mudou-se para Paris quando ingressou na Academia Julian. Depois de iniciar um trabalho como caricaturista, passou rapidamente por todas as tendências como o Impressionismo, Expressionismo, Fauvismo e Cubismo, sem se comprometer com nenhum deles.

Em 1907 alguns trabalhos do pintor foram selecionados para o Primeiro Salão de Artistas Humoristas de Paris. Em 1908 expôs no Salão de Outono e no Salão dos Independentes. Em 1912 apresentou a tela "Nu Descendo Uma Escada, nº 2", obra personalíssima na qual reuniu elementos cubistas e futuristas. A pintura foi recusada para o Salão dos Independentes e esperou um ano para ser exposta no "Armory Show de Nueva York", onde foi recebida com entusiasmo e surpresa.

Em 1913, Marcel Duchamp produziu "Roda de Bicicleta", uma escultura que apresentava uma roda de bicicleta apoiada em uma banqueta, o que causou um abalo na arte da época. Os objetos da vida cotidiana convertidos em arte só seriam conhecidos como "ready-mades" (já prontos) algum tempo depois.

Em 1915, Marcel Duchamp muda-se para Nova Iorque junto com seu amigo Francis Picabia. Em 1916 veio a entrar em contato com o "Dadaísmo" e virou o foco do movimento, que abrangia literatura, artes visuais e performances deliberadamente provocativas, que queria chocar as pessoas para que saíssem de seu estado de complacência e criasse uma forma de arte livre dos valores e ideias que a haviam precedido.

Em 1917, Marcel Duchamp produz sua obra mais polêmica quando apresentou um urinol de porcelana branca como obra de arte, assinado por "R. Mutt", já chamado de "ready-mades", e rejeitado pelo júri do salão. A obra só foi aceita quando os avaliadores ficaram sabendo do verdadeiro autor da escultura denominada "Fonte" (1917). Em 1919 cria a obra "L.H.O.O.Q.", uma pintura provocativa onde o artista manipula uma cópia da obra Mona Lisa em que acrescenta uma barbicha e bigode.

Entre 1920 e 1930, Duchamp se dedicou ao jogo de xadrez, quando participou de diversos torneios semi-profissionais. Em 1923 apresenta "A Noiva Despida Pelos Seus Celibatários, Mesmo" (1923), um diagrama fantástico e irônico, uma espécie de síntese entre a pintura e a escultura. Em 1927 casa-se com Lydie Sarrazin-Levassor, mas se separa no ano seguinte. A partir de 1934 estabeleceu fortes laços com o movimento Surrealista que uniu vários artistas do Dadaísmo. Em 1955 casa-se com Teeny Sattler. Em 1955 recebeu a cidadania Americana. Pouco a pouco passa a viver recluso junto com sua mulher.

Marcel Duchamp faleceu em Neuilly-sur-Seine, França, no dia 2 de outubro de 1968.