Frases De Cecília Meireles 


Nascimento: 7 de novembro de 1901

Morte: 9 de novembro de 1964 (63 anos)

Ocupação: Jornalista

Biografia: Cecília Benevides de Carvalho Meireles foi uma poetisa, pintora, professora e jornalista brasileira. É considerada uma das vozes líricas mais importantes das literaturas de língua portuguesa.

Principais Obras:

Ou Isto ou Aquilo (1964)

Espectros (1919)

O Menino Azul

Your Website Title

"É preciso amar as pessoas e usar as coisas e não, amar as coisas e usar as pessoas"

Cecília Meireles


"Há pessoas que nos falam e nem as escutamos, há pessoas que nos ferem e nem cicatrizes deixam mas há pessoas que simplesmente aparecem em nossas vidas e nos marcam para sempre."

Cecília Meireles


"Aprendi com as Primaveras a me deixar cortar para poder voltar sempre inteira."

Cecília Meireles


"Se você errou, peça desculpas... É difícil pedir perdão? Mas quem disse que é fácil ser perdoado?"

Cecília Meireles


"Há pessoas que nos falam e nem as escutamos; Há pessoas que nos ferem e nem cicatrizes deixam. Mas há pessoas que, simplesmente, aparecem em nossa vida... E que marcam para sempre..."

Cecília Meireles


"O vento é sempre o mesmo, mas sua resposta é diferente em cada folha. Somente a árvore seca fica imóvel entre borboletas e pássaros"

Cecília Meireles


"Liberdade de voar num horizonte qualquer, liberdade de pousar onde o coração quiser."

Cecília Meireles


"Não faças de ti um sonho a realizar. Vai. Sem caminho marcado. Tu és o de todos os caminhos."

Cecília Meireles


"Em toda a vida, nunca me esforcei por ganhar nem me espantei por perder. A noção ou o sentimento da transitoriedade de tudo é o fundamento mesmo da minha personalidade."

Cecília Meireles


"Há uma doce luz no silêncio, e a dor é de origem divina. Permita que eu volte o meu rosto para um céu maior que este mundo, e aprenda a ser dócil no sonho como as estrelas no seu rumo."

Cecília Meireles


"Não seja o de hoje. Não suspires por ontens.... Não queiras ser o de amanhã. Faze-te sem limites no tempo."

Cecília Meireles


"Quando penso em você, fecho os olhos de saudade."

Cecília Meireles


"Tenho fases, como a lua Fases de andar escondida, fases de vir para a rua... Perdição da minha vida! Perdição da vida minha! Tenho fases de ser tua, tenho outras de ser sozinha."

Cecília Meireles


"Toda vez que um justo grita, um carrasco vem calar. Quem não presta fica vivo, quem é bom, mandam matar."

Cecília Meireles


"Aprendi com a primavera; a deixar-me cortar e voltar sempre inteira."

Cecília Meireles 


"A primavera chegará, mesmo que ninguém mais saiba seu nome, nem acredite no calendário, nem possua jardim para recebê-la."

Cecília Meireles


"Liberdade é uma palavra que o sonho humano alimenta, não há ninguém que explique e ninguém que não entenda."

Cecília Meireles


"Basta-me um pequeno gesto, feito de longe e de leve, para que venhas comigo e eu para sempre te leve..."

Cecília Meireles


"Os que sabem o que querem e querem o que têm! Sonhar um sonho a dois, e nunca desistir da busca de ser feliz, é para poucos!"

Cecília Meireles


"Se em um instante se nasce e um instante se morre, um instante é o bastante pra vida inteira."

Cecília Meireles


"Ainda que sendo tarde e em vão,

perguntarei por que motivo

tudo quando eu quis de mais vivo

tinha por cima escrito: Não"

Cecília Meireles


"De longe te hei de amar- da tranquila distância em que o amor é saudade e o desejo, constância."

Cecília Meireles


"No mistério do sem-fim equilibra-se um planeta. E no planeta um jardim e no jardim um canteiro no canteiro uma violeta e sobre ela o dia inteiro entre o planeta e o sem-fim a asa de uma borboleta."

Cecília Meireles


"Penso que sendo o céu redondo, um dia nos encontraremos..."

Cecília Meireles


"Quanto mais me despedaço, mais fico inteira e serena."

Cecília Meireles


"O vento é o mesmo:

mas sua resposta é diferente, em cada folha.

Somente a árvore seca fica imóvel,

entre borboletas e pássaros."

[Excerto da poesia: O VENTO]

Cecília Meireles


"Eu canto porque o instante existe e a minha vida está completa. Não sou alegre nem sou triste: sou poeta."

Cecília Meireles


"Eu deixo aroma até nos meus espinhos, ao longe, o vento vai falando de mim."

Cecília Meireles


"A maior pena que eu tenho, punhal de prata, não é de me ver morrendo, mas de saber quem me mata."

Cecília Meireles


"Hoje desaprendo o que tinha aprendido até ontem e que amanhã recomeçarei a aprender"

Cecília Meireles 


"Encostei-me a ti, sabendo que eras somente onda. Sabendo bem que eras nuvem, depus a minha vida em ti. Como sabia bem tudo isso, e dei-me ao teu destino, frágil, Fiquei sem poder chorar quando caí."

Cecília Meireles


"Aprendi com as primaveras a deixar-me cortar e a voltar sempre inteira."

[Excerto da poesia DESENHO]

Cecília Meireles


"Pus o meu sonho num navio e o navio em cima do mar; - depois, abri o mar com as mãos, para o meu sonho naufragar..."

[Canção]

Cecília Meireles


"Sonhar um sonho a dois, e nunca desistir da busca de ser feliz... é para pouco!"

Cecília Meireles

"Se as respostas foram dadas e você não faz parte da solução, então é porque o problema é você!"

Cecília Meireles


"Pequenos desejos, vagarosas saudades, silenciosas lembranças."

Cecília Meireles


"...Liberdade, essa palavra que o sonho humano alimenta que não há ninguém que explique e ninguém que não entenda..."

Cecília Meireles


"Acima de nós, em redor de nós as palavras voam e às vezes pousam."

Cecília Meireles


"A minha infância de menina sozinha de-me duas coisas que parecem negativas, e, foram sempre positivas para mim:silêncio e solidão."

Cecília Meireles


"De seu calmo esconderijo,

o ouro vem, dócil e ingênuo;

torna-se pó, folha, barra,

prestígio, poder, engenho...

É tão claro! - e turva tudo:

honra, amor e pensamento"

Cecília Meireles


"Felicidade, és coisa estranha e dolorosa: Fizeste para sempre a vida ficar triste: Porque um dia se vê que as horas todas passam, e um tempo despovoado e profundo, persiste."

Cecília Meireles


"Ó meu Deus, isto é a minha alma:

qualquer coisa que flutua sobre este

corpo efêmero e precário,

como o vento largo do oceano sobre

a areia passiva e inúmera..."

[Noções]

Cecília Meireles


"Quem nasceu mesmo moreno, moreno de vocação gosta de mar e sereno, de estrela e de violão. Pode até gostar de alguém Mas nunca deixa a solidão."

Cecília Meireles


"Mas a vida, a vida, a vida, a vida só é possível reinventada."

Cecília Meireles


"... E tudo que era efêmero se desfez. E ficaste só tu, que é eterno."

Cecília Meireles 


"Não sejas o de hoje. Não suspires por ontens. Não queiras ser o amanhã. Faz-te sem limites no tempo."

Cecília Meireles


"De tanto olhar para longe, não vejo o que passa perto, meu peito é puro deserto. Subo monte, desço monte. Eu ando sozinha ao longo da noite. Mas a estrela é minha."

Cecília Meireles


"Quem falou de primavera sem ter visto seu sorriso, falou sem saber o que era."

Cecília Meireles


"Em que espelho ficou perdida a minha face (Retrato)"

Cecília Meireles


"Também é ser, deixar de ser assim."

Cecília Meireles


"Tenho fases, como a Lua; fases de ser sozinha, fases de ser só sua."

Cecília Meireles


"Tudo em ti era uma ausência que se demorava: Uma despedida pronta a cumprir-se."

Cecília Meireles


"Tentei, porém nada fiz... Muito, da vida, eu já quis. Já quis... mas não quero mais..."

Cecília Meireles


"Se volto sobre o meu passo, é já distância perdida. Meu coração, coisa de aço, começa a achar um cansaço esta procura de espaço para o desenho da vida."

[in Antologia Poética]

Cecília Meireles


"Pus-me a cantar minha pena Com uma palavra tão doce De maneira tão serena Que até Deus pensou Que fosse felicidade e não pena"

Cecília Meireles


"Eu? Bebo o horizonte!"

Cecília Meireles


"Chorarei quando for preciso... Depois, tudo estará perfeito... Meus olhos secos como pedra."

Cecília Meireles


"Nunca tive os olhos tão claros e o sorriso em tanta loucura. Sinto-me toda igual às árvores: solitária, perfeita e pura."

Cecília Meireles


"Viajo sozinha com o meu coração Não ando perdida, mas desencontrada Levo o meu rumo na minha mão"

Cecília Meireles


"Eu quero a memória acesa depois da angústia apagada."

Cecília Meireles 


"Entre mim e mim há vastidões bastantes para a navegação dos meus desejos afligidos"

[Noções]

Cecília Meireles


"Eu não dei por esta mudança Tão simples, tão certa, tão fácil. Em que espelho Ficou perdida A minha face?"

Cecília Meireles


"A flor com que a menina sonha está no sonho? Ou na fronha? A lua com que a menina sonha é o lindo do sonho ou a lua da fronha?"

[Sonhos de Menina]

Cecília Meireles


"Nunca ninguém viu ninguém que o amor pusesse tão triste. Essa tristeza não viste, e eu sei que ela se vê bem..."

Cecília Meireles


"Sobre o tempo vem mais tempo."

Cecília Meireles


"Desfaze-te da vaidade triste de falar. Pensa, completamente silencioso, Até a glória de ficar silencioso, Sem pensar."

Cecília Meireles


"É difícil fazer alguém sorrir, assim como é fácil fazer chorar."

Cecília Meireles


"... E por perder-me é que vão me lembrando, por desfolhar-me é que não tenho fim."

Cecília Meireles


"Em mim, não vejo começo nem Fim"

Cecília Meireles


"Quero ver-te à luz do dia

para saber se é verdade

o que a noite me dizia

com tanta seguridade."

[Poesias completas‎ - v.6, Página 36]

Cecília Meireles


"A terra tão rica e 'ó almas inertes!' - o povo tão pobre... Ninguém que proteste!"

Cecília Meireles


"Eu canto, porque o instante existe e a minha vida está completa."

Cecília Meireles


"Adestrei-me com o vento e minha festa é a tempestade."

Cecília Meireles


"Se não chegas nem pelo sonho, por que insisto em te imaginar?"

Cecília Meireles


"Permita que eu que me conforme em ser sozinha."

Cecília Meireles 


Cecília Meireles "Não queiras ter pátria, não dividas a terra, não arranques pedaços ao mar. Nasce bem alto, que todas as coisas serão tuas...

"Cecília Meireles "


E é nisto que se resume o sofrimento: cai a flor, ? e deixa o perfume no vento!"

Cecília Meireles


 "Meu coração tombou na vida, tal qual uma estrela ferida pela flecha de um caçador."

Cecília Meireles


"O vento vem vindo de longe, a noite se curva de frio; debaixo da água vai morrendo meu sonho, dentro de um navio" [Excerto da poesia: Canção]

Cecília Meireles


"Para me refazer volto ao meu estado de fresca realidade, mal existo e se existo é com delicado cuidado."

Cecília Meireles


 "Tão liso está meu coração, tão lisos, meus pensamentos, que as lágrimas rolarão, e os contentamentos."

Cecília Meireles


"Chorei pelas gentes perdidas de loucura e orgulho. Depois por minhas visões, por meus gestos. E, finalmente, por nós dois."

Cecília Meireles


 "O vento do meu espírito soprou sobre a vida. E tudo o que era efêmero se desfez. e só ficastes tu que és eterno."

Cecília Meireles


 "Eu não tinha este rosto de hoje assim calmo, assim triste magro nem esses olhos tão vazios." 

Cecília Meireles


"Permite que eu volte o meu rosto para um céu maior que este mundo, e aprenda a ser dócil no sonho como as estrelas no seu rumo."
Cecília Meireles


 "Minha primeira lágrima caiu de dentro dos meus olhos. Tive medo de a enxugar : para não saberes que havia caído."

Cecília Meireles


"Navego pela memória sem margens."

Cecília Meireles


"O que está perdido na vida Vive através da essência do seu ser Que é sustentado pelo poeta Na memória e no verso"

Cecília Meireles


"E minha alma, sem luz nem tenda, passa errante, na noite má, à procura de quem me entenda e de quem me consolará..."

Cecília Meireles


 "Somos um ou dois? As vezes nenhum. E em seguida tantos!"

Cecília Meireles 


"Finos clarins que não ouvimos devem soar por dentro da terra, nesse mundo confidencial das raízes, ? e arautos sutis acordarão as cores e os perfumes e a alegria de nascer, no espírito das flores."

Cecília Meireles


"Saguim é um animalzinho assaz bonito:

é mesmo o mais bonito de todos, pela selva;

anda nas árvores, esconde-se, espia, foge depressa

e há deles, na terra viçosa, número infinito."

[Cronista Enamorado do Saguim]

Cecília Meireles


"Lua Adversa

Tenho fases, como a lua.

Fases de andar escondida,

fases de vir para a rua...

Perdição da minha vida!

Perdição da vida minha!

Tenho fases de ser tua,

tenho outras de ser sozinha.

Fases que vão e vêm,

no secreto calendário

que um astrólogo arbitrário

inventou para meu uso.

E roda a melancolia

seu interminável fuso!

Não me encontro com ninguém

(tenho fases como a lua...)

No dia de alguém ser meu

não é dia de eu ser sua...

E, quando chega esse dia,

o outro desapareceu..."

Cecília Meireles


"Dizem que não foi atilho Nem punhal atravessado Mas veneno que lhe deram na comida misturado E chegaram os doutores E deixaram declarado Que o morto não se matara Mas que fora assassinado."

Cecília Meireles


"Minhas mãos ainda estão molhadas do azul das ondas entreabertas e a cor que escorre dos meus dedos, colore as areias desertas..."

Cecília Meireles


"Onde é que dói na minha vida para que eu me sinta tão mal?"

Cecília Meireles


"O saguim é um animalzinho assaz bonito:

é mesmo o mais bonito de todos, pela selva;

anda nas árvores, esconde-se, espia, foge depressa

e há deles, na terra viçosa, número infinito."

Cecília Meireles 

Your Website Title