RESUMO DA BIOGRAFIA DE ALICE RUIZ

OcupaçãoPoetisa e compositora brasileira

Data do Nascimento22/01/1946

Alice Ruiz 

Poetisa e compositora brasileira

Biografia de Alice Ruiz

Alice Ruiz (1946) é uma poetisa e compositora brasileira. Com mais de 20 livros publicados, tem seus poemas traduzidos e publicados em diversos países.

Alice Ruiz (1946) nasceu em Curitica, Paraná, no dia 22 de janeiro de 1946. Seu interesse pela literatura começou muito cedo. Com 9 anos passou a escrever contos, e com 16 anos se dedicou também ao verso. Dez anos depois, publicou em revistas culturais e em jornais os seus primeiros poemas.

Em 1968, Alice Ruiz se casou com o poeta Paulo Leminski (1944-1989), com quem teve três filhos. Foi ele quem descobriu que Alice escrevia haicais (forma poética de origem japonesa), o que levou a autora pesquisar e estudar essa forma de fazer poesia.
No início dos anos 70, Paulo Leminski participava das composições do grupo de rock curitibano, A Chave. Foi nessa época, que Alice escreveu sua primeira letra de música, em parceria com o marido. Durante esse período, escreveu textos feministas que foram editados em algumas revistas.

Em 1980, Alice publicou seu primeiro livro, "Navalhanaliga". Em seguida publicou: "Paixão Xama Paixão" (1983), "Pelos, Pêlos" (1984), "Hai-Tropikai" (1985), "Rimagens" (1985), "Nuvem Feliz" (1986) e "Vice-Versos" (1988). Ainda na década de 80, traduziu quatro livros de poesias japonesas.

Alice Ruiz já participou do projeto Arte Postal, pela Arte Pau Brasil, da Poesia em Out-Door, Arte na Rua II, em São Paulo, em 1984, da Exposição Transcriar - Poemas em Vídeo Texto, no III Encontro de Semiótoca, em 1985, em São Paulo, da Poesia em Out-Door, 100 anos da Av. Paulista, em 1991, da XVII Bienal, Arte em Vídeo Texto e integrou o júri de oito Encontros Nacionais de Haikai, em São Paulo.

Em 2005, lançou seu primeiro CD, "Paralelas", em parceria com Alzira Espíndola, com participação especial dos cantores Zélia Duncan e Arnaldo Antunes. A autora tem mais de 50 músicas gravadas por diversos interpretes, entre eles: Adriana Calcanhoto, Cássia Eller, Gal Costa e Ney Matogrosso.

Com mais de vinte livros publicados, Alice tem poemas traduzidos e publicados em antologias nos Estados Unidos, México, Argentina, Bélgica, Espanha e Irlanda. Já ganhou vários prêmios, entre eles: o Jabuti de Poesia, de 1989, pelo livro "Vice-Versos" e o Jabuti da Poesia, de 2009, pelo livro "Dois em Um".

Entre outras obras da autora, destacam-se: "Salada de Frutas" (2008), "Conversa de Passarinho" (2008), "Três Linhas" (2009), "Boa Companhia" (2009), "Jardim de Haijin" (2010), "Proesias" (2010), "Dois Haikais" (2011), "Estação dos Bichos" (2011) e "Luminares" (2012).